Spam Trap: O que é e como fugir dele

Spam Trap

Se você compra bases de email ou envia mensagens sem permissão do destinatário…então você está na mira de um Spam Trap

Spam Traps são endereços de email criados ou selecionados de forma sigilosa pelos ISPs (Internet Service Providers: Hotmail, Gmail, Yahoo, BOL, etc.) com o objetivo de identificarem spammers (praticantes de spam). O Termo “Spam Trap” significa “Armadilha para Spam”. E como essa armadilha funciona?

A lógica é simples! Suponhamos que alguém crie neste minuto uma conta nova de email no Gmail e não conte ou divulgue o novo endereço para ninguém. Após algum tempo, de repente, chega uma mensagem na caixa de entrada desta nova conta. Como essa mensagem chegou? Como descobriram o endereço de email se ele não foi divulgado pelo proprietário da conta? Com certeza o endereço foi coletado de forma indevida (sem a permissão do destinatário). O remetente, provavelmente, é um spammer.

Da mesma forma pensam os provedores de email. Emails novos são criados a todo momento pelos ISPs, sigilosamente, com o objetivo de pegar os spammers.

Se você compra bases de email ou coleta emails de forma indevida, saiba que a qualquer momento pode ser pego por um spam trap. Caso isso ocorra dificilmente suas mensagens serão entregues novamente para qualquer usuário daquele provedor.

Quais os tipos de Spam Trap?

Spam Trap Puro – São contas de email criadas sigilosamente pelos provedores, conforme mencionado acima.

Spam Trap Reciclado – São endereços já existentes, porém inativos há um bom período de tempo. Como estão inativos há muito tempo são interpretados pelos provedores como em desuso e são selecionados para Spam Trap. Por isso é importante atentar para as mensagens de retorno em suas campanhas de Email Marketing. Caso receba avisos de que determinado endereço está inativo ou solicitando para removê-lo, é importante que o endereço seja eliminado da lista, pois pode ser ou tornar-se um spam trap.

 Como evitar ser pego por um spam trap

 1 – Nunca compre bases de email

2 – Higienize sempre suas bases de email. Saiba mais no artigo: Higienização da lista de emails: O que é e como fazer

Author: Carlos Barros

Share This Post On

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *