Automação em Email Marketing

Automação em Email Marketing

 

Em Email Marketing é possível pré-programar o envio automático de emails em série dentro de uma estratégia com objetivo definido. A automação é muito utilizada em sites de e-commerce para guiar e induzir usuários no processo de compras. Além de facilitar o trabalho e economizar tempo, a automação melhora a performance das campanhas de Email Marketing.

Existem basicamente duas formas de automação em Email Marketing: 1 – Auto-responder e 2 – Workflow. Comentaremos as duas a seguir:

1 – Automação com Auto-responders

Trata-se da forma mais comum de automação. São emails automáticos enviados em série após uma determinada ação do usuário.

Um exemplo seria quando determinado usuário efetua a inscrição (cadastra o email) para receber um E-book gratuito sobre uma nova dieta da moda. Neste momento a ferramenta de automação dispara o envio de emails em série, com intervalos de tempo entre eles, dentro de uma estratégia definida: vender o shake emagrecedor XYZ. O fluxo poderia ser montado da seguinte forma:

Dia 0 – Email agradecendo o interesse pelo E-book;

Dia 1 – Email com dicas de alimentos que podem fazer parte da dieta;

Dia 3 – Email com testemunho de pessoas que aplicaram a dieta em conjunto com o shake emagrecedor XYZ;

Dia 4 – Oferta com desconto do shake emagrecedor XYZ

Os emails mostrados acima foram pré-programados para serem enviados automaticamente. Qualquer usuário que se inscrever para receber o E-book receberá esta sequência de mensagens.

O problema do auto-reponder como forma de automação em Email Marketing é que o fluxo não pode ser interrompido. Suponhamos que o usuário logo na segunda mensagem tenha acessado o site da dieta, visualizado a oferta do shake e efetuado a compra. Nesta hipótese não faria sentido continuar com a sequência de emails e enviar a oferta do Dia 4.

Esse problema não existe com o emprego do segundo método de automação: O Workflow.

2 – Automação com Workflow

Da mesma forma que o Auto-responder, o Workflow também é baseado no envio automático de emails em série, porém de uma forma mais inteligente. No Workflow o passo seguinte sempre leva em consideração o comportamento do usuário no último email enviado. Cada ação ou falta de ação dispara um gatilho que direcionará o usuário ou para dentro do mesmo fluxo de mensagens, ou para outros fluxos criados e pré-programados de forma estratégica. Também é possível sincronizar o Workflow com as informações de sua base de clientes, evitando o problema relatado no exemplo do auto-responder e levando cada vez mais conteúdos específicos e customizados aos usuários. Tudo isso de forma automática e otimizada.

Author: Carlos Barros

Share This Post On

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *