Segmentação no Email Marketing: Por que e como segmentar suas listas de email

Segmentação de bases no Email Marketing

A segmentação no Email Marketing melhora a performance de suas campanhas e é, acima de tudo, respeito com seu público.

Não é novidade que o Email Marketing é uma ferramenta valiosa para manter um sólido relacionamento com seu público. Porém poucos o praticam de forma otimizada, aproveitando ao máximo o poder da segmentação.

Segmentar suas bases de email significa acima de tudo respeitar seu público, considerando seus interesses e comportamentos. Descobrir as características de seu público e  segregá-lo em diferentes grupos permitirá a elaboração de conteúdo específico para cada nicho, melhorando consideravelmente a  performance de suas campanhas de Email Marketing.

Por que segmentar suas bases

Um exemplo simples e óbvio que evidencia a necessidade de segmentação seria o de uma loja de roupas que vende peças masculinas e femininas. De que adiantaria enviar promoções de peças masculinas para toda base, inclusive para os contatos do sexo feminino? Em algumas situações até faria sentido, como no dia dos namorados, por exemplo, mas na maioria das vezes não.

Suponhamos que uma certa agência de turismo perceba em sua base de contatos um grupo que prefere viagens para regiões com neve, outro que aprecia vinhos e outro que curte praia. De posse desta informação ela pode selecionar pacotes de viagem específicos para cada grupo, com base em seus interesses (neve, vinho, praia) e criar campanhas separadas de Email Marketing.

Um terceiro exemplo seria uma imobiliária que descobre em sua base pessoas interessadas em apartamentos de até 2 dormitórios e outras que preferem casas dentro de condomínio. Não faz sentido então enviar ofertas de apartamentos de 2 dormitórios para toda a base. É importante segmentar a base em dois grupos distintos e trabalhar campanhas e Email Marketing separadas.

Outra segmentação importante é em relação à interatividade de sua base com suas campanhas. Separe em grupos diferentes as pessoas que sempre abrem seus emails (ativos) daquelas que nunca abrem (inativos). Crie então campanhas diferenciadas para o grupo de inativos (que nunca abrem), algo bastante chamativo ou imperdível e tente engajar estas pessoas novamente.

Vantagens da segmentação no Email Marketing

Adotando a prática da segmentação seu público valorizará cada vez mais o conteúdo que recebe, impactando positivamente as taxas de conversão. Além disso as métricas de suas campanhas de Email Marketing serão melhores: Maior taxa de abertura, maior taxa de cliques e menor taxa de descadastro (unsubscribe). Com isso a reputação de suas campanhas frente aos servidores de email melhorará consideravalmente e junto com ela a entregabilidade de seus emails.

Como fazer a segmentação de suas bases

A segmentação começa com os dados que você possui de seu público: nome, sexo, idade, faixa de renda, endereço, etc. Caso você tenha estas informações disponíveis já poderá usá-las para segmentar sua base em diferentes grupos, de acordo com sua estratégia de Email Marketing.

Porém a segmentação mais importante é com base no comportamento. As ferramentas de Email Marketing oferecem relatórios detalhados sobre quem clicou em suas campanhas e onde clicou.

No exemplo da agência de viagens é possível selecionar todos os usuários que clicaram nas últimas campanhas em pacotes de viagens para regiões de esqui. O mesmo seria feito para os clientes que apreciam vinho ou praia. Três segmentos poderiam ser criados: 1 – Esqui e neve, 2 – Roteiros de vinho e 3 – Resorts e praias. Suponhamos que os pacotes de esqui e os pacotes de roteiros de vinho sejam mais exclusivos e caros. Então um quarto segmento poderia ser criado unindo os segmentos 1 e 2: “Viagens de luxo”.

No exemplo da imobiliária acima é possível segregar todos os usuários que clicaram em ofertas de apartamentos de 2 dormitórios daqueles que clicaram em casas dentro de condomínio. Poderiam ainda perceber que determinado cliente clicou em uma oferta de cobertura em uma campanha e, numa segunda campanha, clicou em casas de 4 quartos dentro de condomínio. Este cliente certamente poderá fazer parte do segmento “Imóveis de alto padrão”.

Estes são apenas alguns exemplos de como é possível ser criativo e criar segmentos interessantes para suas campanhas. Espero que tenham gostado do artigo e possam compartilhá-lo. Qualquer dúvida por favor coloquem nos comentários.

Author: Carlos Barros

Share This Post On

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *