Por dentro das métricas do Email Marketing

Métricas do Email Marketing

Métricas do Email Marketing

Analisar as métricas do Email Marketing é condição para uma campanha de sucesso

As ferramentas de Email Marketing oferecidas hoje no mercado disponibilizam métricas (estatísticas) e relatórios completos sobre a performance de determinada campanha. Entender os indicadores e saber analisá-los é condição para um Email Marketing de sucesso. Abaixo seguem os principais indicadores:

Taxa de crescimento da lista (List Growth Rate)

Este indicador mede o percentual de novos emails em relação ao total da base de contatos. Quanto maior melhor! Uma baixa Taxa de Crescimento requer atenção, pois significa que a lista não está sendo abastecida com novos contatos. É a entrada constante de novos emails que tornará sua lista saudável, atualizada e com um percentual bom de clientes ativos (clientes mais engajados em suas campanhas).

Imagine uma base de emails que não cresce! A tendência são resultados cada vez piores, uma vez que os endereços perdem a validade com o tempo (as pessoas trocam de email, mudam de emprego e deixam de usar o endereço da empresa anterior, etc).

É importante investir na captura de novos emails e abastecer sempre suas listas de contatos. Saiba mais Como criar uma lista de emails e manter sua base sempre crescente.

Taxa de abertura (Open Rate)

Taxa de abertura

Métricas do Email Marketing: Open Rate

É o percentual de pessoas que abriram sua mensagem em relação ao total de mensagens entregues. Quanto maior melhor.

É um forte indicativo de que o assunto de sua mensagem é interessante. As pessoas recebem, se interessam pelo assunto e abrem o email para visualizar o conteúdo. A escolha do melhor horário de envio também pode influenciar consideravelmente a taxa de abertura.

Por isso é importante sempre criar assuntos e conteúdos relevantes para seu público. Teste também diferentes redações para o campo “assunto”. O tema pode ser o mesmo, porém a maneira como você o propõe pode gerar mais ou menos interesse por parte do destinatário.

Também é importante escolher o melhor horário de envio. As taxas de abertura tendem a ser maiores quando seu público está conectado à internet.

Uma baixa taxa de abertura pode estar relacionada também à uma baixa reputação de suas campanhas frente aos servidores de email. Seu assunto pode até ser bom, porém grande parte de seus emails não foram entregues por terem sido classificados como spam.

Taxa de cliques – Uma das principais métricas do Email Marketing

De todas as métricas do Email Marketing, a Taxa de Cliques é talvez a mais importantes. Também conhecida como CTR (Clickthrough Rate), ela mede o percentual de cliques que uma campanha recebeu em relação ao total de mensagens enviadas. É uma excelente métrica para avaliar o interesse do público pelo conteúdo da mensagem (depois que abriram).

Se na taxa de abertura você consegue avaliar a eficiência do campo “assunto” em sua campanha, no CTR você avaliará se de fato o seu público teve interesse pelo conteúdo exibido no corpo do email. A ação de “clicar” em algum link do conteúdo mostra o real interesse pelo conteúdo da mensagem.

A taxa de cliques também pode ser avaliada considerando apenas as mensagens abertas (total de cliques / mensagens abertas). Esta seria uma forma mais eficiente de avaliar o CTR. Imagine uma campanha onde seu CTR foi baixo, porém sua taxa de abertura também foi baixa. Nesta hipótese, se analisarmos o CTR frente ao total de emails enviados fica difícil interpretar se é o conteúdo da mensagem que está pobre, ou se foi o assunto proposto que não despertou interesse de abertura do email. Analisando o CTR em relação somente aos emails abertos pode ser que o CTR seja alto, mesmo com uma taxa de abertura baixa. Nesta situação saberemos que o conteúdo da mensagem é relevante e despertou interesse para o público, porém o campo “assunto” pode ter sido redigido de forma não tão eficiente e muitos não quiseram abrir o email.

Taxa de descadastro (Unsubscribe)

Essa taxa mede o percentual de pessoas que optaram por não receber mais seus emails. Quanto menor melhor.

Em suas campanhas de Email Marketing é importante sempre deixar um link do tipo “Não quer mais receber nosso emails? Clique aqui para cancelar a inscrição”. Desta forma você dá liberdade para que seu público opte por continuar ou não recebendo seus emails. Isso ajuda a manter a base higienizada e evita que as pessoas reportem SPAM, caso não consigam encontrar o botão de descadastro.

Porém, é claro, se muitos de seus destinatários optarem por se descadastrar algo está errado com sua campanha. É um forte indicador de que seu público não está gostando dos temas e conteúdos enviados.

Taxa de Bounce (Bounce Rate)

Métricas do Email Marketing

Métricas do Email Marketing

Outro indicador importante entre as métricas do Email Marketing é a Taxa de Bounce. Traduzindo “bounce” para o português temos “Ressalto” ou “quicar”. É quando o email é enviado e, por algum motivo, bate na caixa de entrada e volta (não é entregue). Dependendo do motivo que o bounce ocorre ele é classificado como Soft Bounce ou Hard Bounce.

1 – Soft bounce: É um tipo de bounce mais leve. Geralmente ocorre quando a caixa de entrada no destinatário está cheia e o email volta. Também podem ser ocasionados por falhas temporários de acesso ou conexão.

2 – Hard bounce: Este é o bounce mais grave. Podem ser endereços no formato errado (Ex.: falta o “@” ou contem algum caractere incompatível  – Ex.: uma vírgula, etc.). Também pode ser um endereço de email que não existe ou deixou de existir (desativado). Ainda, sua mensagem pode conter algum conteúdo que foi classificado como spam e foi bloqueado.

Quanto menor a taxa de bounce melhor. Uma taxa alta de bounce significa que sua lista de emails está desatualizada e prejudica sua reputação frente aos servidores de email.

Para manter a Taxa de Bounce baixa você deve sempre identificar os endereços de email que geram bounce e excluí-los, mantendo sua lista higienizada. Os hard bounces devem ser excluídos de imediato. Já os soft bounces, como são problemas geralmente temporários, não precisam ser excluídos de imediato. Você pode tentar enviar mais uma vez ou duas e, ocorrendo novamente o bounce, então exclua-os também.

Manter a lista higienizada e com taxas de bounce baixas é saudável para a reputação de suas campanhas de Email Marketing frente aos servidores de email. Quanto melhor a reputação, maior a entregabilidade de suas mensagens.

Outras métricas do Email Marketing

Existem ainda outros indicadores que fazem parte das Métricas do Email Marketing. Uma delas é a Taxa de Conversão que mede uma conversão (Ex. compra) em seu site originada pela campanha de Email Marketing. Para obter esta taxa é necessário que sua campanha esteja integrada a outras ferramentas, como o Google Analytics, por exemplo. Porém, os principais indicadores foram mencionados neste artigo. Qualquer dúvida ou se você quiser que eu comente sobre alguma outra métrica específica coloque nos comentários .

Author: Carlos Barros

Share This Post On

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *